12/12/2023 às 17h38min - Atualizada em 13/12/2023 às 00h00min

1ª Taça da corrida São Silvestre, a relíquia valiosa do acervo do Clube Esperia

Atleta do Esperia marca a história do clube ao ser o primeiro campeão da corrida

Keise Tiffany Astolpho
Primeira taça da corrida São Silvestre de 1925 - Acervo - Clube Esperia

A tradicional corrida da São Silvestre chega a sua 98ª edição em 2023. Como palco da mais prestigiada corrida de encerramento de ano, o Clube Esperia tem a honra de preservar em seu acervo o histórico primeiro troféu conquistado na competição, marcando a vitória memorável de um dos nossos atletas.

Realizada em 1925, a 1ª edição da São Silvestre contou com a participação de 146 atletas, nesta época apenas homens podiam disputar a prova. Alfredo Gomes, atleta do Clube Esperia, entrou para a história como o primeiro campeão da São Silvestre. O Clube mantém em seu acervo de relíquias a taça conquistada por ele, assim como fotos antigas de Alfredo.

Alfredo trabalhava como eletricista na Companhia Telefônica e em seus momentos de lazer dedicava-se à sua paixão: a corrida. Para vencer, o atleta concluiu um percurso de 6,2 mil metros em 23min10s.

Até a sua 20ª edição, a Corrida Internacional de São Silvestre era disputada somente por brasileiros. A partir de 1945 assumiu caráter internacional, o que possibilitou que outro corredor do Esperia vencesse a prova. O italiano Heitor Blasi realizou o percurso de 6,2 mil metros em 23min.

O atleta conheceu Alfredo Gomes nas Olimpíadas de Paris em 1924, e foi convidado por ele para integrar a equipe de corredores do Clube. Na Itália, Heitor Blasi já havia vencido diversos campeonatos em 1919, 1920, 1921 e 1923. A Federazione Italiana de Atletica Leggera conferiu a ele o diploma de Campeão da Itália. 

Juntos, Alfredo Gomes e Heitor Blasi se alternaram em conquistas pelo Clube como: “Volta de São Paulo (Prova Estadinho), “Urbino Taccola”, “Volta de Campinas”, “Corrida Rústica Fanfulla” e “São Silvestre”. Alfredo Gomes e Heitor Blasi são Bicampeões da São Silvestre pelo Esperia.  

Este ano, cerca de 35 mil inscritos de diversos países enfrentarão os 15 quilômetros por ruas e avenidas da Capital Paulista, no último dia do ano.

O primeiro troféu representa um marco na história do clube, simbolizando o início de uma tradição esportiva com um significado especial para os membros, fãs e a comunidade em geral. Ter o primeiro troféu preservado no acervo ajuda a manter viva a tradição esportiva do Clube Esperia, servindo como uma fonte de inspiração para os jovens atletas.


 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Envie Matéria pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp