11/09/2020 às 12h33min - Atualizada em 11/09/2020 às 12h33min

Cerimônias nos EUA lembram os 19 anos dos ataques de 11 de Setembro

Cerimônias nos EUA lembram os 19 anos dos ataques de 11 de Setembro

CNN
Cerimônias nos EUA lembram os 19 anos dos ataques de 11 de Setembro Foto: Reprodução/CNN

Os Estados Unidos lembram nesta sexta-feira os 19 anos dos ataques de 11 de Setembro, que deixaram cerca de 3 mil mortos. Cerimônias em Nova York vão exibir gravações de parentes das vítimas, com os nomes de cada um deles.

No Pentágono, em Washington, a bandeira americana foi desenrolada no prédio, que também foi alvo de um dos ataques, deixando 184 mortos. Homenagens também são realizadas no Memorial & Museu Nacional do 11 de Setembro, local dos ataques em série.

 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu rival democrata na eleição presidencial de novembro, Joe Biden, visitarão separadamente o campo da Pensilvânia onde um dos aviões sequestrados caiu.

Leia também:

Número de mortos por coronavírus nos EUA já é maior do que no 11 de Setembro

Cerimônias nos EUA lembram os 19 anos dos ataques de 11 de setembro

Cerimônias nos EUA lembram os 19 anos dos ataques de 11 de setembro

Cerimônias nos EUA lembram os 19 anos dos ataques de 11 de Setembro

Foto: Reprodução/CNN

Biden e sua esposa, Jill, comparecerão primeiro a uma cerimônia matutina na parte sul de Manhattan, em Nova York, onde sequestradores da Al Qaeda lançaram dois aviões contra as torres gêmeas do World Trade Center. O vice-presidente republicano Mike Pence também estará presente na ocasião.

Trump discursará em uma cerimônia matutina no Memorial Nacional do Voo 93 em Shanksville, na Pensilvânia, disse uma autoridade da Casa Branca. O evento, que lembrará os 40 passageiros e tripulantes que morreram quando a aeronave caiu em um campo depois dos passageiros lutarem com os sequestradores, será fechado ao público por causa do temor do coronavírus, informou o Serviço Nacional dos Parques.

Os ataques

Ao todo, quase 3 mil pessoas morreram nos ataques de 11 de setembro de 2001, que ainda incluíram um quarto avião sequestrado que se chocou contra o Pentágono, nos arredores de Washington.

Naquele ano, 19 homens sequestraram aviões comerciais com destino à costa Oeste do país em uma ação coordenada pelo líder da Al Qaeda, Osama Bin Laden

O primeiro avião, da American Airlines, que ia de Boston para Los Angeles, atingiu a torre norte do World Trade Center, em Nova York, às 8:46, horário local, 9:46 horário de Brasília.

Enquanto o mundo tentava entender o que estava acontecendo, o segundo avião, da United Airlines, atingiu a torre sul do mesmo prédio cerca de 17 minutos depois. Pouco menos de uma hora depois da primeira aeronave atingir o alvo, o voo 77 da American Airlines, foi jogado contra o prédio do Pentágono em Washington.

Na sequência, às 9:59 da manhã no horário local, a torre sul do World Trade Center desmoronou em cerca de 10 segundos. No meio do caos, mais um voo, o 93 da United Airlines caiu na Pensilvânia. Às 10:28 da manhã de 11 de setembro de 2001, a torre norte também desmoronou.

O Voo 93, que ia de Newark, em Nova Jersey, para San Francisco, nunca chegou ao seu destino porque passageiros invadiram a cabine de comando e tentaram retomar o controle do avião. Acredita-se que os quatro sequestradores planejavam lançá-lo ou contra o Capitólio, ou contra a Casa Branca.

(Com informações da Reuters)

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Envie Matéria pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp