03/10/2020 às 10h40min - Atualizada em 03/10/2020 às 10h40min

Ameba 'comedora de cérebro' é encontrada em água que abastece cidades do Texas

Ameba 'comedora de cérebro' é encontrada em água que abastece cidades do Texas

CNN
Protozoário Naegleria fowleri Foto: Centers for Disease Control and Prevention/ Reprodução

Moradores de oito cidades do sudeste do Texas foram alertados após um tipo raro de ameba ser encontrado no abastecimento de água. A confirmação levou um dos municípios a declarar estado de desastre.

A Comissão de Qualidade Ambiental do Texas (TCEQ, na sigla em inglês) emitiu, na sexta-feira (25), um comunicado aos residentes atendidos pela Autoridade de Água da comunidade Brazosport, alertando aos clientes para não usarem água devido à presença de Naegleria fowleri, uma ameba comedora de cérebro, encontrada no abastecimento local.


“A Comissão de Qualidade Ambiental do Texas, sob a direção do Gabinete do Governador, está trabalhando com a Autoridade de Água de Brazosport para resolver o problema o mais rápido possível”, diz a nota.

Leia também:
O estranho caso do homem que morreu após comer muito alcaçuz

Por que os pernilongos ‘atacam’ no calor e outras dúvidas sobre os mosquitos

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), a ameba comedora de cérebro é comumente encontrada no solo, lagos quentes, rios e fontes termais. Também pode habitar piscinas mal conservadas ou sem cloro ou descargas de água quente de parques industriais.

O pedido para não utilizar a água do abastecimento foi emitido para residentes de Lake Jackson, Freeport, Angleton, Brazoria, Richwood, Oyster Creek, Clute e Rosenberg, além da fábrica da Dow Chemical em Freeport e algumas instalações penitenciárias.

O TCEQ desde então limpou todos os locais, exceto um, de acordo com um comunicado no Twitter.

Declaração de desastre em Lake Jackson

A cidade de Lake Jackson emitiu uma declaração de desastre e os residentes ainda estão sendo instados a seguir o aviso de não utilizar água até que a Autoridade de Água de Brazosport conclua uma limpeza adequada, de acordo com o TCEQ.

O incidente começou no dia 8 de setembro, quando a cidade foi informada sobre um menino de 6 anos que foi hospitalizado com a ameba. O garoto morreu na última semana, segundo a rede NBC.

O caso do menino foi rastreado até duas fontes possíveis: uma fonte de água em frente a um lago ou a própria água de uma mangueira em sua casa.

As autoridades municipais disseram que a fonte de água em questão foi fechada imediatamente e contrataram um laboratório particular para fazer um teste em uma amostra de cinco galões. Os resultados, conhecidos em 14 de setembro, foram negativos para a Naegleria fowleri, e o CDC foi contatado para mais testes.

Representantes do Departamento de Serviços de Saúde do Texas coletaram, então, água de abastecimento para análise do CDC. Em 25 de setembro, três das onze amostras de água deram positivo para Naegleria fowleri.

Com os resultados, o CDC decidiu que a Autoridade de Água de Brazosport emitisse um aviso para sua base de clientes.

A TCEQ está testando atualmente os níveis de cloro na fonte de água da cidade de Lake Jackson e determinou que levará aproximadamente três dias para limpar o sistema. Durante o período, os residentes locais podem utilizar uma caixa d'água gratuita da cidade.

O CDC afirma que, embora as infecções por Naegleria fowleri sejam raras, a maioria é fatal. De 2009 a 2018, apenas 34 infecções foram relatadas nos Estados Unidos. 

Em julho de 2020, um caso da rara ameba foi confirmado na Flórida.

De acordo com o órgão, 145 pessoas foram infectadas de 1962 a 2018 e apenas quatro sobreviveram.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Envie Matéria pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp